31/12/2017

Trabalhos realizados em 2017


Ao terminar o ano de 2017 vale a pena recordar alguns dos meus trabalhos académicos que foram realizados longo do ano:
  • A jornalista Ana Paula Ferreira entrevistou-me para o programa À Luz da Razão, da Antena 2, sobre “A racionalidade da crença em Deus”. Para ouvir a entrevista, clique aqui.
  • O artigo “O que é a fé em Deus? Uma defesa da perspetiva tradicional” foi publicado na Revista Brasileira de Filosofia da Religião. O meu objetivo neste artigo foi analisar a natureza da fé religiosa e oferecer uma caraterização razoável do que é a fé no Deus teísta. Para ler, clique aqui.
  • A comunicação “O conflito entre a epistemologia reformada de Plantinga e o teísmo cético como resposta ao problema do mal” foi apresentada na 45ª Semana de Filosofia da Universidade de Brasília. Nesta comunicação procurei defender que a teoria da Epistemologia Reformada entra de alguma forma em conflito com uma resposta influente e bastante plausível para o problema do mal: a teoria do Teísmo Cético. Para ver os slides, clique aqui.
  • A comunicação “Is epistemic safety threatened by Frankfurt cases?” foi apresentada no 9º Congresso Europeu de Filosofia Analítica que se realizou em Munique. Nesta comunicação procurei defender que os contraexemplos inspirados pelos casos tipo Frankfurt contra a necessidade de uma condição epistémica da segurança para o conhecimento não são plausíveis. Para ver os slides, clique aqui.
  • Em Julho fui aprovado com distinção e louvor por unanimidade nas minhas provas de doutoramento em Filosofia, na especialidade de Epistemologia e Filosofia da Religião, realizadas na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (ver aqui o anúncio). A tese apresentada tem por título “Será a crença em Deus apropriadamente básica? Defesa de um inferencialismo moderado”. Para ver um resumo da tese clique aqui. Para ler a tese completa, clique aqui.
  • Em Dezembro o júri, constituído pelos Professores Carlos Morujão (CEFi), Manuel Cândido Pimentel (Área Científica de Filosofia – UCP), Joaquim Cerqueira Gonçalves (OFM), Gonçalo Figueiredo (Revista Itinerarium) e Carlos João Correia (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), deliberou atribuir o Prémio de Ensaio Filosófico Manuel Barbosa da Costa Freitas referente à edição de 2017 ao meu trabalho «Há boas razões prudenciais para acreditar em Deus? Uma reatualização do argumento de Pascal». Ver anúncio aqui. Este trabalho irá ser publicado na revista Itinerarium. Mas uma versão pré-impressão deste trabalho pode ser lida aqui.
  • Em colaboração com o Luís Veríssimo escrevi dois pequenos livros com Resumos de Filosofia para o 10º ano e 11º ano do Ensino Secundário. Estes livros foram publicados pela Sebenta Editora e podem ser comprados aqui e aqui. Também em colaboração com o Luís Verissimo lecionei cursos de formação creditada para professores nos domínios da Lógica e da Filosofia da Religião (ver aqui e aqui).
  • Escrevi alguns apontamentos filosóficos que podem ser úteis, nomeadamente “Uma introdução à Lógica Epistémica” (ver aqui), “O problema da ausência divina retratado no «Silêncio»” (ver aqui), “Será a doutrina do inferno logicamente consistente?” (ver aqui), “Um modelo da Eucaristia filosoficamente inteligível” (ver aqui), “Um argumento cosmológico modal” (ver aqui), “Paradoxo da Cognoscibilidade e a Doutrina da Encarnação” (ver aqui), “Um argumento contra o Princípio da Razão Suficiente” (ver aqui), “Haverá boas razões para se aceitar a doutrina da Imaculada Conceição?” (ver aqui), “O Problema do Livre-Arbítrio aplicado à Encarnação” (ver aqui), entre outros.
Se tiverem interesse, espero que gostem destas leituras e agradeço qualquer comentário crítico sobre o que escrevi. Venha agora 2018!
Um Feliz Ano Novo :)


Gostou deste artigo? Receba outros por e-mail, assine a nossa newsletter. Digite aqui o seu e-mail:

Este artigo, com comentários, encontra-se no seguinte tema: ,

Escreva aqui os seus comentários ao artigo "Trabalhos realizados em 2017":

5 Domingos Faria: Trabalhos realizados em 2017 Ao terminar o ano de 2017 vale a pena recordar alguns dos meus trabalhos académicos que foram realizados longo do ano: A jornalista Ana P...
< >