31/01/2012

Olimpíadas de Filosofia




Para ver mais informações sobre as olimpíadas nacionais de filosofia clique aqui.

Portugal participou pela primeira vez nas Olimpíadas Internacionais de Filosofia em Viena, de 26 a 29 de Maio de 2011, a décima nona edição, uma competição disputada entre 30 países do mundo, tendo o aluno José Gusmão Rodrigues, da Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, obtido a medalha de prata.
A Olimpíada Internacional de Filosofia (IPO) é uma competição com periodicidade anual, em local itinerante, e é destinada a alunos do ensino secundário. A primeira edição deste evento ocorreu em 1993, na Bulgária, partindo de uma iniciativa do Departamento de Filosofia da Universidade de Sofia. A edição mais recente foi realizada em Viena, sob o tema “Power and Powerlessness of Philosophy”, contando com a participação de 30 países, da Europa, Ásia e América. Cada delegação nacional participou com 2 estudantes, num total de 66 alunos, com excepção do país sede, que pode inscrever até 10 alunos, e de Portugal e da Arménia, que participaram apenas com um aluno cada. A representar a delegação portuguesa estiveram o aluno José Gusmão Rodrigues, então aluno do 12.º ano da Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho (frequentado já algumas cadeiras da licenciatura em Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa), e Domingos Diogo Correia, professor do aluno na mesma escola, no ano letivo 2008/09.
No que se refere às provas internacionais, cada aluno tem 4 horas para escrever um ensaio filosófico a partir de 4 tópicos que são fornecidos pelo Comité Científico, numa das quatro línguas oficiais da competição (Inglês, Alemão, Francês e Espanhol), com a condição de que cada aluno não realize a prova na sua língua materna. Os tópicos referem-se a diferentes áreas da filosofia e são desconhecidos até à abertura da competição. Posteriormente, as provas são avaliadas por um júri composto por 4 elementos, professores de filosofia das delegações nacionais, que atribuem uma classificação de 0 a 10 pontos; as provas cotadas com ou acima de 7 pontos passam à fase seguinte e serão classificadas por mais dois professores, individualmente. Na última fase, cabe ao Comité Científico, tendo em consideração as pontuações das provas nas etapas anteriores, atribuir as medalhas de ouro, de prata e de bronze, bem como as menções honrosas. No ano passado foi atribuída uma medalha de ouro, à Dinamarca, duas de prata, Portugal e Coreia do Sul, e três de bronze. O aluno José Gusmão Rodrigues elaborou o seu ensaio em inglês, tendo como tópico uma frase de Nelson Goodman: “A arte não é uma cópia do mundo real. Uma dessas malditas coisas já é suficiente” (Languages of Art, 1976). Os ensaios medalhados, no qual se inclui o aluno português, podem ser lidos na página: http://www.ipo2011.at/results/
O processo de seleção nacional varia de país para país, sendo o mais comum organizar-se uma Olimpíada Nacional. Portugal nunca havia participado nesta iniciativa e a sua primeira participação deveu-se inteiramente à iniciativa do aluno, que convidou o seu professor, do 10.º ano, a apresentar uma candidatura ao comité científico, a qual foi aceite com a contrapartida de se dar continuidade ao projeto em Portugal. Nessa participação, a Associação Portuguesa de Filosofia Fenomenológica, na pessoa do Prof. Doutor Pedro Alves, já se havia disponibilizado para colaborar na iniciativa.
Nasceu, assim, a vontade de realizar este projeto em Portugal. Para isso, um grupo de professores de Filosofia, na sua maioria da Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, resolveu constituir a Associação Para a Promoção da Filosofia – PROSOFOS, com o principal objetivo de organizar uma competição nacional – projeto que apresenta ao público, pela primeira vez, no presente ano letivo.


Gostou deste artigo? Receba outros por e-mail, assine a nossa newsletter. Digite aqui o seu e-mail:

Este artigo, com comentários, encontra-se no seguinte tema: ,

Escreva aqui os seus comentários ao artigo "Olimpíadas de Filosofia":

5 Domingos Faria: Olimpíadas de Filosofia Para ver mais informações sobre as olimpíadas nacionais de filosofia clique aqui .
< >