08/10/2011

Visão Religiosa, Científica e Filosófica da Morte



"O debate sobre a eutanásia debruça-se sobre a natureza e o significado da morte. Há três formas possíveis de a abordar: a religiosa, a científica e a filosófica. A  religiosa vê a morte como uma fase de transição, como o momento do julgamento e da entrada num outro mundo. A científica olha a morte como extinção de um organismo, o momento em que o ser humano deixa de existir. A filosófica considera-a como um fim que deve ser considerado em função da totalidade da vida.
No Ocidente, as leis foram evoluindo com base na tradição judaico-cristã. Deste ponto de vista, o corpo é o invólucro da alma, o que o tornaria sagrado. Tudo o que acontece aos doentes terminais faria parte do desígnio divino. Segundo a versão científica, a morte é algo que acontece a qualquer organismo quando o sistema entra em colapso. Sob este prisma, a morte de um homem é um acontecimento biológico que, na sua essência, não é diferente do de um gato, de um peixe ou de um eucalipto. Estas duas perspectivas são conciliáveis e muitos cientistas são crentes. Isto não impediu a visão científica de influenciar,de forma crescente, a opinião pública. Há cada vez mais gente que considera a morte como o fim. Não deve, por conseguinte, espantar que, ao discutir-se o problema dos doentes terminais, muitos optem por um raciocínio utilitarista: se a pessoa está a sofrer, qual o ganho em mantê-la viva? Por outro lado, a perspectiva filosófica tem-se alterado com o tempo, mas todos estão de acordo num ponto: a morte não pode ser reduzida à visão científica. A tarefa da filosofia consiste, entre outras coisas, em detectar o significado da morte, e, com base nele, em fornecer linhas directivas sobre como aceitar a nossa essência humana. Podemos olhar os homens como a ciência os vê - como um amontoado de células - reconhecendo todavia que, na medida em que são capazes de raciocínio e de julgamento moral, são distintos dos outros animais. A morte é, em simultâneo, o termo de um processo biológico e um acontecimento na vida de um ente moral".

Fonte:
Maria Filomena Mónica (2011) A Morte. Lisboa: FFMS, p. 77.


Gostou deste artigo? Receba outros por e-mail, assine a nossa newsletter. Digite aqui o seu e-mail:

Este artigo, com comentários, encontra-se no seguinte tema: ,

Escreva aqui os seus comentários ao artigo "Visão Religiosa, Científica e Filosófica da Morte":

5 Domingos Faria: Visão Religiosa, Científica e Filosófica da Morte "O debate sobre a eutanásia debruça-se sobre a natureza e o significado da morte. Há três...
< >