03/02/2009

Génesis e Darwin


200 anos depois do nascimento de Charles Darwin (12 de Fevereiro de 1809) e 150 anos após a sua mais famosa obra, a "Evolução das espécies", regressa ao Vaticano o debate sobre a relação entre evolução e criação.

Este é um tema que apaixona cientistas, filósofos e teólogos. A opinião pública despertou para a reflexão que sobre ele se faz em Igreja quando, em Setembro de 2006, Bento XVI reuniu com os seus antigos alunos de doutoramento em Teologia, em Castel Gandolfo, para discutir questões relativas à evolução darwinista e à Criação.

Desde então muitas têm sido as referências ao tema, que merecerá mesmo em Março a realização de um congresso sobre o tema "A evolução biológica: factos e teorias", organizado pela Universidade Gregoriana, com o patrocínio do Conselho Pontifício para a Cultura.

Alfredo Dinis, jesuíta e Director da Faculdade de Filosofia da UCP/Braga, admite que "A teoria da evolução levanta ao cristianismo alguns desafios. Ao pôr em causa a interpretação literal do Livro do Génesis, conduz a uma nova compreensão do significado da descendência de toda a humanidade a partir de Adão e Eva, do paraíso terrestre, da criação dos primeiros seres humanos em estado de graça e de imortalidade, do pecado original, da causa do sofrimento e da morte, da aparição dos primeiros seres humanos no processo evolutivo, etc".

"Contudo, o evolucionismo, como qualquer outra teoria científica, não constitui uma ameaça para as crenças religiosas devidamente fundamentadas, antes pelo contrário. Ao questionar fundadamente aspectos tradicionais das religiões, tanto a ciência em geral, como o evolucionismo em particular, contribuem para o esclarecimento do que é fundamental nelas e do que nelas é acessório ou errado"...

Continuar a ler »


Gostou deste artigo? Receba outros por e-mail, assine a nossa newsletter. Digite aqui o seu e-mail:

Este artigo, com comentários, encontra-se no seguinte tema:

Escreva aqui os seus comentários ao artigo "Génesis e Darwin":

5 Domingos Faria: Génesis e Darwin 200 anos depois do nascimento de Charles Darwin (12 de Fevereiro de 1809) e 150 anos após a sua mais famosa obra, a "Evolução das espéc...
< >